THIS FUCKING WORLD.

Enquanto uns choram pelo amor não correspondido; uns morrem por doenças incuráveis. Outros sofrem pela falta de saúde. Uns derramam lágrimas por perdas familiares. Há quem nasça doente: doenças cruéis, arrasadoras, mortíferas. Há crianças inocentes sem comida, sem roupa, sem água, sem pai, sem mãe. Sem alguém que os oiça, que os veja, que lhes dê atenção. Existe quem não tenha duas pernas, nem dois braços, nem dois órgãos. Há quem viva diariamente com imensas dificuldades. Mas todos eles têm vida, têm coração, têm força.

Porque há quem "morra" por desgostos burlescos. E há quem morra por não ter mais força para sobreviver.


"Uma criança chora com fome numa esquadra da polícia em Thika, no Quénia. As perseguições nos bairros exteriores de Nairobi já fizeram centenas de refugiados. Os avisos foram simples: «Quem não é autóctone tem de sair ou morre». Muitos dos conflitos em África são causados por guerras tribais"

Posto isto, eu pergunto: que culpa têm estas crianças de nascerem em locais conflituosos?

4 comentários:

  1. obrigada eu, querida :) estásboa?

    ResponderEliminar
  2. Não têm culpa nenhuma :x
    Concordo com o texto (:

    Também te vou seguir *-*
    Sim estou boa e tu? :)

    ResponderEliminar

obrigada! volta sempre. cheers*