Fucking stupid crisis!

O tema que assombra a sociedade portuguesa e não só é a crise. Crise para cá, crise para lá... Mas afinal, o que é isso? Eu confesso que ainda não sofri muito com ela, mas começo-me a aperceber das dificuldades que muita gente anda a passar. Agora estou eu em frente a um computador, televisões ligadas, o meu pai está no outro computador, tenho uma máquina fotográfica ao lado, a minha irmã fala ao telemóvel com a melhor amiga e eu tenho dois telemóveis ao lado. Tenho roupa em cima da mesa acabada de comprar. Agora comecei aqui a reflectir que nem todas as pessoas têm estas mordomias que eu tenho. Nem toda a gente tem um pai que lhe compra tudo, mas claro, com os seus limites. Não chego ao final da semana sem comida. Não faço contas no final do mês e a conta dos meus pais não está a zeros. Os meus pais não me dizem: Rita agora não temos dinheiro para isso. É verdade, eu não sofro com tudo isto mas não consigo ser indiferente ao que acontece aos outros e quem me conhece minimamente sabe, ou devia saber disso.
Ainda agora mesmo, estava aqui a ver blogs como sempre e chega a minha mãe à pressa a casa e corre para a cozinha. Cheguei perto dela e disse-lhe "que se passa?" e ela "já te digo". Foi ao frigorífico e pegou num taparuere com comida e foi aquecer. Achei aquilo estranho mas fui-me embora. Quando tinha acabado de me sentar, ouvi a porta bater. Que confusão: não estava a perceber nada. Ao fim de 10 minutos, chegaram os dois juntos. "Oh mãe, o que foste fazer lá abaixo outra vez?", perguntei. "Fui levar comida a um senhor que chegou perto de nós no café a pedir cigarros. Dissemos que não tínhamos e depois entrou lá dentro. Depois saiu e voltou perto de nós e disse que não comia há dois dias...", disse olhando para baixo. "Que fizeste depois?", perguntei. "Pedi que esperasse e vim cá acima buscar comida... Assim que cheguei lá com a comida na mão, agradeceu e começou a comer. Via-se perfeitamente que não comia há que tempos. Não consegui ficar indiferente à tristeza que o senhor transpunha cá para fora". Não consegui dizer nada e abracei-a e disse "mãe, orgulho-me de ti".
Agora acho que me começo a aperceber daquilo que é realmente a crise. Será que ninguém é capaz de olhar para estas pessoas e fazer alguma coisa? A sério, onde isto chegou.

Tumblr_lmotqmp9ph1qcvnhlo1_500_large
0_large
5759764314_4b25bf33f7_z_large
Tumblr_ll90s8fc3p1qd6zhgo1_500_large

29 comentários:

  1. a minha mãe já fez isso a uma senhora com dois filhos ainda pequenos à porta do supermercado, comprou-lhes leite em pacote, pão e fiambre, e comeram à frente dela. realmente, só temos é que agradecer o que temos. adoro sempre o que escreves e a maneira como és ♥

    ResponderEliminar
  2. é horrivel amor :s
    acho q já não faço nada aqui..

    ResponderEliminar
  3. a sério amor, já ninguem lê o que escrevo amor :|

    ResponderEliminar
  4. houve um dia q tive menos de 50, achas normal?!

    ResponderEliminar
  5. oh, as pessoas andam sem tempo para isto, é horrível. tu e outros fiéis seguidores é que ainda me dão razões para ficar. és linda!!!

    ResponderEliminar
  6. o que vale é que ainda existem pessoas como a tua mae

    ResponderEliminar
  7. oh, não gozesssssssssssssss :c
    a culpa é do simão! e agora ando com a mania que sou princesa, esquece, ando impossível mesmo ahah

    ResponderEliminar
  8. a sério amor! o amor faz isto às pessoas -.- acho que nunca me senti assim, ahah :$ mesmo pirosa, mas é verdade!

    ResponderEliminar
  9. é muito triste a situação em que o país está, realmente |: foi um ato lindo, por parte da tua mãe :)

    ResponderEliminar
  10. Já estou farto de ouvir falar do mesmo já

    ResponderEliminar
  11. O que nos faz saber olhar em frente e continuar a lutar contra a realidade são atitudes e boas almas como estas. Força contra a crise, somos mais fortes que isso!
    De onde és, amiga escota? (:

    ResponderEliminar
  12. geezus, adoro o teu blog +.+
    mgmt fan? (pelo nome :p)
    btw, como é que pões música na página?
    xx*

    ResponderEliminar
  13. obrigado (:
    sem dúvida que adorei este post , não podia concordar mais !

    ResponderEliminar
  14. Não sou daqueles escuteiros que fazem guerra contra a AEP, está descansada xD
    927 Santo André :)

    ResponderEliminar
  15. isto está a chegar ao ponto a que quisemos que chegasse. sempre foi assim, e há-de ser. louvo a atitude da tua mãe. altruisto, algo que por vezes parece fazer bem. tenho estado ausente daqui, tenho estado a trabalhar, enfim, mas, este foi dos mais poderosos textos que li vindos de ti. sou lamechas, tu constataste, e admito, vieram-me algumas lágrimas aos olhos.

    ResponderEliminar
  16. este texto tocou-me, mesmo.
    agradeço muitas vezes por não passar dificuldades.

    ResponderEliminar
  17. Eu sei bem o que isto é!! podes ter a certesa :/

    bjinho querida*

    ResponderEliminar
  18. muito obeigada :)
    bem, cada bez gosto mais do teu blog :)
    é triste como há tantas pessoas pobres e cheias de fome, e outras que não pensam em limites e compram coisas totalmente desnecessárias :c

    ResponderEliminar
  19. O texto tá lindo :) Não podemos ficar indiferentes a estas pessoas e não posso concordar mais com o que dizes !

    ResponderEliminar
  20. concordo mesmo, há tanta miséria neste país ;s

    ResponderEliminar
  21. Gostei imenso, vou seguir-te :)

    ResponderEliminar
  22. sei sim..porque eu já tive muita coisa e neste momento as coisas estão difíceis :/

    ResponderEliminar

obrigada! volta sempre. cheers*