WHAT IS LIFE?

"Durante a nossa vida estamos envolvidos por coisas tão pequenas que às vezes não nos damos conta do quanto elas são importantes no nosso dia-a-dia.  

Em determinadas ocasiões achamos que a felicidade é movida pelo dinheiro, ou por bens materiais. Não serei hipócrita em dizer que o dinheiro não é bom. Precisamos dele para a nossa própria sobrevivência. Mas o dinheiro não compra o que existe de melhor na nossa vida: prazeres únicos que só o homem pode ter. Não existe nada melhor do que dizer a quem quer que seja o quão essa pessoa é especial na nossa vida. Pois, mas na verdade nem sempre é assim… 

Tumblr_lf2ljkn2r31qa88g2o1_400_large

Às vezes privamos-nos de muitas coisas pelo próprio orgulho ou por esquecer de dar importância a pequenas coisas que fazem de nós e de quem amamos pessoas mais felizes do mundo. Um simples "amo-te" pode mover montanhas, pode fazer reacender a esperança de quem precisa dela. Não percas tempo com coisas banais, insignificantes. Não percas tempo a chorar porque uma amiga tua disse mal de ti, ou qualquer coisa que se pareça. Não vale a pena. Com tantas coisas que diariamente acontecem noutras partes do mundo. Com tantas pessoas que morrem em guerras, com doenças, com fome... Quando tens um prato com comida à tua frente, e dizes que não queres comer porque não gostas, pensa nas crianças que não comem nada durante semanas, enquanto tu tens diariamente acesso a tudo, é só ires à tua dispensa, que tens uma imensidade de coisas, que às vezes passam da validade... Se calhar se tivessem noutro sítio, noutro país, noutra cidade, noutra casa, essa mesma coisa era partilhada pela família inteira, sem sobrar absolutamente nada. E, já estou a fugir ao assunto... Continuando, não deixes de falar com o coração. Pois o tempo passa e corremos o risco de nos arrepender de ter adiado para amanhã o que temos condição de fazer hoje: dar valor a ti próprio, ao que tens, a quem amas, ou seja, prestigiar a vida! A vida é só uma. O arrependimento é uma das piores dores, que nem sempre cicatriza. Por isso, viver com plenitude é a maior dádiva que temos. Alguém já se deparou com a experiência de vida de alguém e parou para pensar que seus problemas são muitas das vezes insignificantes, comparados com os obstáculos que essa pessoa tem? Eu já me deparei com situações como essa diversas vezes...
Ás vezes damos demasiada importância àquelas pequenas coisas de adolescentes, que daqui a uns tempos, se as formos relembrar, vamo-nos de certeza rir..."

Hoje fui para um lugar onde costumo ir quando estou em baixo e que gosto de ir quando preciso de inspiração. Tal que desenhei com os fones nos ouvidos, pensei, reflecti em certas e determinadas coisas que me andam a acontecer. No final escrevi numa folha "para quê esforçarmo-nos tanto para ser perfeitos em algo, se no fim haverá alguém a dizer que não foste suficientemente bom nisso? Para quê lutar tanto por alguma coisa se no final essa coisa deixará novamente de ser nossa? A vida é um teatro em que cada um encorpa o seu papel e da qual nunca sairemos vivos". Fiz isto com o intuito de alguém ler, porque sei que muita gente faz o mesmo que eu naquele lugar. Deve ser o único sítio onde me sinto segura.
Rita, 18 de Janeiro de 2011.
____________________~~~____________________

Tenho duas coisas para dizer!
Este texto foi inventado e adaptado há uns meses mas nunca o tinha publicado. Certas partes não foram escritas por mim e quero deixar isso bem claro. 
Comprei mais nove ou dez vernizes novos que, se quiserem mostro. Agora são oitenta, mas se quiserem contribuir podem-me mandar por correio aqueles que não usam *joke*. 
Amanhã vou *finalmente* aos saldos; sim, estou um bocado atrasada. Vamos todos a uma visita de estudo e estou desejosa de sair daqui e passar um tempo *mesmo que seja pouco* fora. Estou farta dos ares desta cidadezita.
É tudo, obrigada por continuarem a vir aqui mesmo que os posts tenham pouco interesse e desculpem o tamanho deste texto.

36 comentários:

  1. tá bué giro. e por acaso, a vida é mesmo assim, um teatro .

    ResponderEliminar
  2. gostei muito .
    bons saldos ! :D

    ResponderEliminar
  3. Gosto tanto das tuas palavras querida :)
    Beijinho *

    ResponderEliminar
  4. Adorei este texto, concordo completamente

    ResponderEliminar
  5. eu nao diria que em alguns casos a felicidade é movida a dinheiro, em grande parte é trazida por ele, ate em alguns casos se fazem amigos pelo dinheiro que um possa ter, um dos sentimentos mais importantes esta.se a tornar ultrapassado pelas posses que outra pessoa possa ter (eu falo pelo menos do meu ambiente) quanto ao orgulho é um vicio que enche muita gente, e que pode estragar pequenos momentos, ou deixar uma marca tremenda po resto da tua vida, neste caso concordo contigo, devemos dizer aos nossos mais proximos o quanto gostamos deles enquanto temos a oportunidade, e nunca pensar que essa pessoa ja o sabe, porque um dia pode ser tarde demais

    ResponderEliminar
  6. É tudo verdade, mas a dor que para uns é a fome, a perda, a miséria.. para nós é o namorado, a amiga, o pais. Podemos dizer que nem tem comparação, que deviamos realmente estar agradecidos pelo que temos, mas nunca ninguém está 100% satisfeito.
    Às vezes só somos capazes de dizer "eu amo-te" quando o outro já só tem para responder "Já te esqueci". A vida é estranha e complicada

    ResponderEliminar
  7. É tal e qual como eu e identifico-me a 100% com todas as situações pelas quais ela passa menos essa dos gajos como é obvio :)

    ResponderEliminar
  8. claro que sim ritinha ♥ eu também te amo ! obrigada*
    ah e boa visita de estudo :p

    ResponderEliminar
  9. eu adoro ir aos saldos , adoro fazer compras *-*
    força nisso x)

    ResponderEliminar
  10. eu é mais que adorar é um verdadeiro vicio , estou sempre a ver e rever os episodios todos da temporada 3 e 4 , as vezes parece um filme da minha vida a correr !

    ResponderEliminar
  11. claro que sim ! isso nem se pergunta :p gostei muito (como gosto de todos os teus posts :D)

    ResponderEliminar
  12. Eu adoro , mas também há pessoas que detestam , são gostos :)

    ResponderEliminar
  13. se encontrar, prometo que te digo qual é!
    bom post pequenina
    beijo *

    ResponderEliminar
  14. eu como moro perto de Viseu , costumo ir ao fórum de lá ou então ao palácio do gelo.

    ResponderEliminar
  15. adoro o texto, está simplesmente lindo!! e é bem verdade a maior parte das coisas que aí estão escritas... ficamos tão ligados, por vezes, a problemas tão insignificantes que para nós é muito mau, e esquecemonos daqueles problemas realmente reais que acontecem todos os dias em várias partes do mundo. mas faz parte do ser humano, falhar por vezes... enfim .. gosto imenso da musica que está aqui a tocar tambem :)

    ResponderEliminar
  16. Adorei o novo visual do blog amoree! Enquanto ao post:


    "Durante a nossa vida estamos envolvidos por coisas tão pequenas que às vezes não nos damos conta do quanto elas são importantes no nosso dia-a-dia."

    Isto é a pura verdade!

    Bjinhos querida!

    ResponderEliminar
  17. Acredita , os gostos dos outros , não são tão importantes quanto isso :)

    ResponderEliminar
  18. Obrigada $
    Desculpa só responder agora.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  19. ola! olha eu sou de beja como tu e queria que me dissesses, se nao te importasses claro, se compras os vernizes da andreia aqui? se sim, onde?

    beijinhos, adoro o blog <3

    ResponderEliminar
  20. boas compras! :p
    e gostei do texto *.*

    ResponderEliminar
  21. Olá Anónimo!
    Obrigada por visitares :)
    Eu compro numa loja chamada Êmme Dê.
    Esta loja fica naquela rua que liga o jardim do Bacalhau à avenida Miguel Fernandes. Fica em frente do "Centro Comercial" D.Manuel I. É fácil de ver. Tem na montra produtos de cosmética :D

    ResponderEliminar
  22. obrigada mesmo *-*

    beijinhos

    ResponderEliminar
  23. De nada, mas podes dizer-me quem és :p ahah :)

    ResponderEliminar
  24. nao me deves conhecer :b sara do liceu? 11º so te conheço de vista

    ResponderEliminar
  25. assim de repente nao tou a ver. sara quê? como vieste parar ao meu blog? como sabes que sou eu? de onde é que me conheces? :o

    ResponderEliminar
  26. Um texto muito actual e gostei mesmo que partes não tenham sido escritas por ti o que interessa passar é essa mensagem.
    Eu também sou apologista desses recolheres nos sítios a que chamo o meu trono e aí reflectir na vida do que fizemos de bom e mal onde estão os erros cometidos e se os resolvemos da melhor maneira

    beijinhos

    ResponderEliminar
  27. bolas o.o sara serra, já nao me lembro :b mas acho que foi porque estava a procura de cores giras de vernizes em blogs e vim aqui parar, so te conheço de vista e qd vi a foto reconheci-te :3

    ResponderEliminar

obrigada! volta sempre. cheers*